Tipos de empréstimo e suas características

Principalmente em períodos de crise no país, é muito importante conhecer os tipos de empréstimos e as características é muito importante. Afinal, esse tipo de transação pode ser a solução para todas as suas dívidas, mas também pode ser algo que se transforma em uma bola de neve.

Então, para ajudar você na tarefa de escolher o melhor tipo de empréstimo para você, preparamos um guia completo. Assim, você entende melhor como funciona cada modelo de crédito e pode tomar uma decisão bem pensada.

Então vamos começar? Conheça os tipos de empréstimo:

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal costuma ser o tipo mais comum. Ele funciona mediante a solicitação de um banco ou agência financeira. Antes da aprovação, é realizada uma avaliação do perfil de consumidor de cada cliente. Para isso, são solicitados documentos como comprovante de renda, comprovante de residência e mais.

O crédito geralmente é fornecido com bastante agilidade quando o contrato é aprovado. Porém, as taxas nessa modalidade costumam ser bastante altas. Antes de contratar, vale fazer uma análise de diferentes instituições para conseguir as menores margens.

Empréstimo consignado

O empréstimo consignado é ideal para quem quer ter mais controle das finanças ou está com o nome negativado nas instituições de proteção ao crédito. Isso porque o desconto da parcela é feito diretamente na folha de pagamento do trabalhador.

O limite máximo de pagamento é de 30% do salário bruto do solicitante. Por isso, as taxas costumam ser menores que as do empréstimo pessoal.

A solicitação acontece entre a instituição financeira e o departamento de recursos humanos da empresa onde você trabalha. Logo, para solicitar, é preciso trabalhar no modelo CLT (Consolidação das Leis de Trabalho) por pelo menos 6 meses.

Empréstimo rotativo

O empréstimo rotativo acontece no caso de cartões de crédito. Caso você pague o valor mínimo de uma fatura, isso significa que você está emprestando o valor restante para pagamento.

Ou seja, o banco cobre o resto da fatura. Porém, os valores são cobrados nos meses seguintes, com uma taxa de juros bastante alta. O bom desta modalidade é que você consegue um tempo a mais para pagar a fatura do cartão. Porém, é preciso tomar cuidado para não se enrolar com as taxas abusivas.

Empréstimo por cheque especial

O cheque especial é o famoso “valor negativo” na conta. Ele se assemelha ao empréstimo pessoal, porém, a diferença é que não precisa de uma contratação.

Esse é um dos tipos de empréstimos que mais se assemelha ao pessoal em termos de vantagens e desvantagens. Contudo, a principal diferença é que, nesse caso, não é necessário haver a contratação.

Geralmente, os bancos aprovam um limite de cheque especial de acordo com o perfil de cada correntista. Ele pode ser utilizado a qualquer momento. Porém, vale ressaltar que as taxas para cobrir esse valor também costumam ser bastante altas.

Como escolher os melhores tipos de empréstimo?

Antes de utilizar qualquer tipo de empréstimo, é essencial que você faça uma avaliação completa da sua situação financeira. Afinal, é preciso ter a certeza de que você vai conseguir arcar com as parcelas para que os valores não se acumulem.

Depois, é essencial que você encontre o que melhor se encaixa no seu perfil. O empréstimo consignado costuma oferecer as melhores taxas do mercado. Portanto, essa pode ser a melhor opção para você.

Não se esqueça de manter a sua vida financeira sempre organizada para evitar que você passe por situações de sufoco. Assim, os empréstimos podem ser utilizados somente em último caso!

Você ainda tem alguma dúvida sobre os tipos de empréstimo? Então entre em contato pelo espaço abaixo. Não esqueça também de compartilhar o conteúdo nas redes sociais!

 

O que fazer para vender joias de ouro de 14 quilates

Se você tiver algumas peças de joias de ouro de 14 quilates que deseja vender, este artigo ajudará você com o processo. Vamos ver quanto você pode esperar obter pelo seu ouro e quem é mais provável que ele compre.

Como valorizar seu ouro de 14 quilates

Antes de vender suas jóias, você precisa saber quanto dinheiro você pode realisticamente esperar obter.

Para estimar um preço razoável para suas peças de ouro 14K, você precisa pesá-las, determinar quanto desse peso é ouro puro e valorizá-lo pelo preço apropriado.

Pesar sua joia do ouro

Primeiro, pese suas joias em uma escala e anote o peso em onças ou gramas.

Se houver algum diamante ou outra pedra preciosa na sua joia, não os pese. É melhor removê-los de antemão ou subtrair seu peso depois, se for conhecido.

Determine a pureza do ouro de suas jóias

Para descobrir quanto do peso de suas jóias de 14K é realmente ouro puro, você precisa converter os quilates dos itens em uma porcentagem.

Isso é fácil: já que suas peças são 14 quilates, isso significa que elas contêm 14 partes de ouro puro de um total de 24 partes.

Então, basta dividir 14 por 24 e multiplicar o resultado por 100 para obter a porcentagem de pureza do ouro de seus itens, que é de 58,3% .

Calcular o teor de ouro do seu ouro de 14 quilates

Agora que você conhece a porcentagem de pureza do ouro de seus itens, basta multiplicar pelo peso. Por exemplo, se sua joia de ouro de 14 quilates pesa 9 gramas, ela contém cerca de 5,25 gramas de ouro puro (9 gx 58,3%).

Valorize sua joia de ouro 14k

Finalmente, você precisa descobrir o preço do ouro e usá-lo para valorizar suas joias.

Você pode facilmente encontrar os preços do ouro online, mas aqueles que são cotados para ouro negociados em bolsas internacionais não serão de muito uso para você, já que você não obterá o mesmo preço ao vender seu ouro.

Os preços que você deve verificar são aqueles cotados por negociantes de ouro . Veja quanto eles compram ouro por onça ou grama e calcule quanto você pode obter pela quantidade de ouro que você tem.

Por favor, note que esta é uma estimativa básica: diz-lhe quanto você ganharia se vendesse suas joias de 14 quilates por ouro . Dependendo de quem compra suas peças, você pode negociar mais.

Encontrando um comprador para joias de ouro de 14 quilates

Quando você tem alguma idéia de quanto vale o seu ouro 14K, é hora de procurar potenciais compradores. Aqui estão os mais comuns:

Negociantes de ouro

Esses compradores vão comprar suas joias de ouro 14k para sucata. Isso significa que eles irão valorizá-lo dependendo dos preços atuais do metal precioso.

Os negociantes de ouro compram joias para derretê-las ou vendem para compradores que extraem o ouro. Portanto, com eles, você não deve esperar obter um preço que seja próximo ao preço de varejo de suas jóias.

Lojas de varejo de jóias

Os varejistas às vezes compram joias de ouro, mas nem sempre, pois eles focam em semijoias para revender. Se o fizerem, eles geralmente pagam um preço que está próximo das cotações dos negociantes de ouro.

Muitos joalheiros, no entanto, não oferecem dinheiro em troca de joias usadas, mas podem concordar com um acordo de troca: se você comprar uma nova peça de joalheria, o valor de sua joia de ouro usada será contado para a compra.

Dependendo de como os joalheiros da loja valorizam suas peças de 14 quilates, esse negócio pode se tornar um valor melhor em comparação com as ofertas dos negociantes de ouro.

Compradores Individuais

Você sempre pode tentar vender suas joias de ouro de 14 quilates para compradores individuais, e a maneira mais direta de fazer isso é on-line. Existem sites onde você pode leiloar suas joias e esperar por possíveis compradores.

Você pode conseguir um preço melhor por suas joias desta maneira do que se você as vender por sucata de ouro, mas é mais provável que isso aconteça se suas peças forem únicas em algum aspecto. Caso contrário, é improvável que você consiga muito mais do que os negociantes de ouro lhe ofereceriam, mas não faz mal tentar.

5 suplementos para emagrecer

Existem diversos tipos de suplemento disponíveis no mercado. Cada um deles é indicado para um fim específico. Ganho de massa muscular, aumento da performance nos treinos, definição, os objetivos entre os atletas variam, mas há um que está presente na lista, principalmente das mulheres: emagrecer.

Muitas pessoas procuram usar remédio para emagrecer sem prescrição médica, outros usam medicamentos ilegais. Mas, há suplementos que combinados com uma boa alimentação e exercícios regulares, acarretam em uma perda considerável de peso, de forma rápida  saudável.

Para emagrecer e ganhar definição muscular é necessário escolher o suplemento certo. Por isso, separamos uma lista com os 5 melhores. São eles:

 

1- Suplemento para emagrecer: Whey Protein

Um dos mais utilizados pelos atletas, o whey protein também contribui para o emagrecimento. Fonte de proteína de absorção super rápida, existem diferentes produtos no mercado e variações do produto são eles: whey protein isolado, whey protein concentrado e whey protein hidrolisado. Mas, para emagrecer o mais recomendado é o consumo de whey protein Isolado. Pois ele é mais puro, livre de gordura e de carboidratos.

Para saber o melhor horário e a quantidade certa de whey protein que precisa tomar para emagrecer é necessário consultar um médico nutricionista. Pois, apenas ele pode avaliar caso a caso e saber exatamente o que cada pessoa precisa para alcançar o seu objetivo.

 

2- Suplemento para emagrecer: BCAA

O BCAAs (Branched Chain Amino Acid), é uma suplementação composta pelos aminoácidos leucina, isoleucina e valina, que estão presente em 19% das nossas proteínas musculares. A suplementação com esse elemento é indicada para o emagrecimento, pois como os BCAAs são metabolizados nos músculos e não no fígado, desse modo, eles podem fornecer energia durante o exercício prolongado. Tanto para homens, quanto para mulheres, esse suplemento é excelente para quem procura emagrecer de forma saudável.

Para saber o melhor horário e a quantidade certa de BCAA que precisa tomar para emagrecer é necessário consultar um médico nutricionista. Pois, apenas ele pode avaliar caso a caso e saber exatamente o que cada pessoa precisa para alcançar o seu objetivo.

 

3- Suplemento para emagrecer: Glutamina

A Glutamina é aminoácido mais abundante no sangue e a suplementação poupa o tecido muscular. Com isso, a glutamina aumenta a superfície de contato dos nutrientes com a parede intestinal, melhorando a absorção. Essa rápida absorção do suplemento ajuda a aumentar a energia, o que gera uma melhor performance nos treinos e agiliza a perda de peso.

Para saber o melhor horário e a quantidade certa de glutamina que precisa tomar para emagrecer é necessário consultar um médico nutricionista. Pois, apenas ele pode avaliar caso a caso e saber exatamente o que cada pessoa precisa para alcançar o seu objetivo.

 

4 – Suplemento para emagrecer: Creatina

A suplementação provoca um aumento de até 20% nas concentrações de creatina muscular, potencializando a performance durante a atividade física. Com isso, o aceleramento do metabolismo acaba impactando na perda de peso.

Para saber o melhor horário e a quantidade certa de creatina que precisa tomar para emagrecer é necessário consultar um médico nutricionista. Pois, apenas ele pode avaliar caso a caso e saber exatamente o que cada pessoa precisa para alcançar o seu objetivo.

 

5- Suplemento para emagrecer: Termogênicos

Os mais procurados e indicados para perda de peso, os termogênicos aceleram o metabolismo, atuando na saciedade e na redução do apetite, auxiliando na diminuição da ingestão de calorias. Por isso, são perfeitos para dar aquele pique extra para os treinos e perder peso rapidamente.

Para saber o melhor horário e a quantidade certa de termogênico que precisa tomar para emagrecer é necessário consultar um médico nutricionista. Pois, apenas ele pode avaliar caso a caso e saber exatamente o que cada pessoa precisa para alcançar o seu objetivo.

 

Agora é só consultar um nutricionista e ver qual é o melhor para você!

Dicas práticas de como organizar seu guarda-roupa

Um novo ano se inicia e todo mundo aproveita os primeiros meses do ano para dar aquela geral no guarda-roupa. Tirar as coisas velhas, ou até mesmo doar aquelas que não usamos muito já é hábito do brasileiro. E só nessa época arrumamos o armário e as gavetas. Mas, ao longo do ano muitas pessoas não conseguem manter essa organização no dia a dia.

Se você não consegue manter suas roupas organizadas que tal virar uma meta para 2019?

Organização não é um bicho de sete cabeças e alguns truques são fáceis de serem seguidos. Está preparado para começar o ano com novas metas? Confira as dicas práticas que separamos para você finalmente conseguir organizar o seu guarda-roupa! Confira:

A corrida rotina da contemporaneidade dificilmente faz com que tenhamos tempo para manter nossa organização pessoal. Não é diferente com o guarda-roupa. O cansaço do dia-a-dia nos tira a vontade de manter tudo organizadinho. Muitas vezes, o sofrimento é com a falta de espaço. Ter roupas demais e gavetas de menos pode ser um problema. Entretanto, existem formas de amenizar essas dificuldades com alguns truques bem simples de organização. Do guarda-roupa às gavetas, para tudo tem-se uma maneira de organizar.

Para começar, procure amarre seus cachecóis em cabides para que possa tanto economizar cabides como fazer um bom aproveitamento no espaço útil dessa ferramenta. Além disso, experimente utilizar lacres de latas de alumínio para prender um cabine no outro gerando um aproveitamento maior de espaço. Enrolar suas roupas (como se fossem enroladinhos mesmo) é outra maneira de economizar espaço no guarda-roupas ou gavetas, além ficar mais fácil para encontrar algumas peças.

Todo mundo adora planejar seus looks, não é mesmo? Pois então, escolher as roupas que vai utilizar durante a semana com antecedência pode te salvar tempo e espaço no guarda-roupa. Além disso, adquirir uma sacola de roupas pode facilitar esse processo pois assim você já teria as roupas da semana separadas num recipiente a parte. Colchas de cama podem ser volumosas e ocupar muito espaço. Busque colocar as colchas que combinam dentro de fronhas de travesseiro para melhor organização.

A dica mais importante é sempre separar suas roupas por cores ou estampas. Criar uma harmonia entre as peças pode facilitar a procura de uma peça específica. Divida as camisetas, primeiramente, por manga e, depois por cor. O mesmo vale para estampas. Separe-as em um único grupo e depois faça subdivisões para uma melhor organização. Caso não tenha tantas roupa estampadas, junte as que tiver no processo de organização por cor.

Na parte das gavetas há muitas dicas que podem auxiliar na organização como, por exemplo, utilizar tubos PVC – encontrados em qualquer loja de material de construção – para organização de cintos, lenços e outros acessórios. Encaixar várias caixas de sapato, conhecidas como caixas organizadoras, dentro de sua gaveta (que nem numa partida de Tetris) pode te ajudar criando espaços específicos para arrumação de peças maiores assim como no truque dos tubos.

Por fim, após organizar tente ao máximo manter a organização. É bem mais fácil preservar o que já foi arrumado do que ter que organizar novamente. Tirou do guarda-roupa? Coloque no mesmo lugar. As primeiras semanas são as mais difíceis para que isso se torne um hábito. Lembre-se que sua arrumação não precisa necessariamente ficar esteticamente bonita (ainda que dê um toque interessante), mas prática e funcional. O que vale é deixar tudo certinho e tentar manter ao longo do ano.

Escolhendo o metal certo para o seu anel de noivado

Encontrar o metal certo para um anel de noivado é tão importante quanto o diamante ou pedra preciosa que irá realizar. Use o nosso guia de metais para ajudá-lo a escolher o anel de noivado perfeito para sua noiva-a-ser.

É hora de comprar um anel de noivado – e há muitos fatores a considerar. Escolher o metal sozinho é uma decisão mais complexa do que costumava ser. Onde antes era uma escolha simples entre amarelo e branco, agora você tem toda uma gama de possibilidades a considerar, incluindo:

  • Qual a diferença entre ouro branco e platina?
  • O que exatamente é ouro rosa?
  • Como os metais alternativos mais recentes, populares nos anéis de casamento masculinos, como o titânio e o carboneto de tungstênio, complementam o ouro e a platina nos anéis de noivado?

Dê um passo de cada vez – começando com o tipo de metal – e você vai acabar com um anel que combina com seu estilo e que ela vai amar para sempre. Use isso como guia para os diferentes tipos de metais disponíveis para configurações do anel.

Qual é o estilo dela?

Concentre-se primeiro em determinar o estilo de sua noiva e, em seguida, encontrar o metal e a cor corretos para complementar esse estilo. Uma das primeiras coisas que você precisa pensar ao escolher um metal para um cenário é o tipo de jóia que sua futura noiva geralmente usa:

  • Se ela é atraída por tons mais frios e jóias em tons de prata, então platina ou ouro branco é o caminho a percorrer.
  • Ouro amarelo ou ouro rosa são boas escolhas se ela tender a gravitar em direção a tons mais quentes.
  • Misturar metais como ouro branco e ouro amarelo é uma opção inteligente, pois permitirá que ela complemente qualquer peça em seu guarda-roupa de joias existente.
  • Mesmo se você optar por um metal mais quente como o ouro amarelo, definir o diamante em uma cabeça de metal branco (que mantém o diamante no lugar) como platina ou ouro branco acentuará o diamante, mostrando seu brilho ao efeito cintilante.

Platina

A platina é um metal naturalmente branco com um brilho legal que mostra o brilho e brilho de diamantes lindamente. É uma escolha popular para anéis de noivado e alianças de casamento, e é considerada a mais preciosa de todas as jóias de metais.

Comparado ao ouro, a platina é cinco vezes mais rara e mais pura quando usada em joalheria. A platina é durável, tornando-se uma boa opção se sua noiva leva um estilo de vida ativo – sua densidade fornece um ambiente seguro para diamantes ou pedras preciosas. A platina também é naturalmente hipoalergênica, por isso é uma ótima opção para quem tem pele sensível.

Seu brilho elegante não desbota ou muda de cor ao longo do tempo, tornando desnecessário re-plating seu anel de platina. Por causa de sua força, é uma escolha popular para definir diamantes.

Ouro

O ouro é um metal extremamente versátil e a escolha mais comum para jóias. A medida padrão de ouro é um quilate, que é dividido em 24 partes. O ouro puro é de 24 quilates, o que significa que 24 das 24 partes são de ouro.

O ouro puro é muito mole para ser usado em joias, então é combinado com outras ligas metálicas para aumentar sua resistência. Você encontrará 22K de ouro, mas na maioria das vezes o ouro vem em 18K (75% de ouro), 14K (58% de ouro) e 10K (cerca de 42% de ouro). O restante é composto de outros metais – como prata, cobre, níquel e zinco – para dar força e durabilidade. O tipo e a porcentagem de ligas metálicas usadas determinam a tonalidade e a cor do ouro. Por exemplo, o ouro 22K tende a ser uma cor dourada rica e saturada, enquanto o ouro 14K pode aparecer como um amarelo ligeiramente mais pálido.

Jóias de ouro geralmente vem nessas cores:

OURO AMARELO

Clássico mas elegante, o ouro amarelo atinge sua pátina quente do vermelho de cobre e o tom verde da prata. Ouro amarelo perdeu o favor para o ouro branco por um tempo, mas recentemente recuperou popularidade.

OURO BRANCO

Mais contemporâneo do que o ouro amarelo, o ouro branco adquire o seu caráter branco prateado da combinação de ouro amarelo com cobre, zinco e níquel (ou paládio). É banhado com um elemento duro chamado ródio (um metal do grupo da platina), que custa cerca de quatro vezes mais do que a platina, resiste a arranhões e manchas, e dá ao ouro branco uma aparência reflexiva. No entanto, pode desgastar-se ao longo do tempo, exigindo uma rápida visita ao seu joalheiro para re-plating.

ROSA OURO

Único e romântico, o ouro rosa tem um tom rosa quente criado pela combinação de ouro amarelo com uma liga de cobre. As percentagens globais de ligas metálicas são as mesmas para o ouro rosa e para o amarelo ou branco; é apenas uma mistura diferente de ligas usadas.

OURO VERDE

Embora não seja tão comum, o ouro verde é incomum e inspirado na natureza; tem uma cor verde pálida e macia criada pela mistura de ouro amarelo com prata, cobre e zinco. Use ouro verde juntamente com rosa e ouro branco para uma aparência interessante, diferente de três cores.

O cenário perfeito

Agora que você entende as diferenças entre os metais, é hora de juntar as peças. Escolha o seu metal, escolha o seu estilo e complete o look com um diamante brilhante ou pedra preciosa deslumbrante. No processo, você descobrirá coisas sobre sua futura esposa que você pode não ter conhecido sobre ela antes – e isso é parte da diversão. No final, você criará um anel de noivado tão único e bonito quanto a mulher que o usará.

Para ler mais dicas e artigos sobre joias e metais visite o site da Metal Elo https://metalelo.com.br/

Por que as pessoas estão demorando mais para comprar celulares novos?

Faltam menos de quinze dias para o lançamento do novo iPhone , mas os compradores do lado de fora da flagship store da Apple em Londres não expressam entusiasmo com a ideia de fazer fila para isso.

Um refrão comum entre os proprietários de telefones fora da loja é apontar para o aparelho e declarar: “Provavelmente vou esperar até que ele quebre”. O novo iPhone faz sua estreia em 12 de setembro e há rumores de ter vários novos recursos para uma Dispositivo da Apple, incluindo acabar com o botão home na frente do aparelho, mas há uma percepção entre os proprietários de telefones móveis que o ritmo da evolução tecnológica diminuiu.

A substituição de celulares caiu no Reino Unido desde 2013, quando os consumidores compraram um novo a cada 20 meses. De acordo com o varejista Dixons Carphone, as pessoas agora compram um aparelho novo a cada 29 meses .

Em uma filial da Carphone Warehouse, havia pouca urgência para uma atualização. Tinu Thomas, 29 anos, disse que possuía um telefone da Motorola há quase quatro anos e provavelmente o manteria por mais um ano. “Eu gostaria de dizer que sou uma aberração de gadget”, disse ele. “Adoro tecnologia, mas não vejo valor na atualização. Eu uso meu telefone para o Facebook, WhatsApp e chamadas de voz e ainda sou capaz de fazer tudo isso com meu telefone de quase quatro anos ”.

A Apple, e até seus rivais, esperam que o mais recente iPhone dê início a um mercado de celulares mais lento. Os anos selvagens do mercado de smartphones passaram; Os dias de crescimento anual de 50% das vendas, observados entre 2009 e 2013, deram lugar a um lento crescimento de 2,5% em 2016, e serão apenas 1,7% este ano, de acordo com uma nova previsão da empresa de pesquisa IDC .

As razões para comprar um smartphone podem ser divididas em dois campos. No primeiro caso, os consumidores são persuadidos a comprar novos aparelhos por meio de anúncios que enaltecem a câmera do celular, a impermeabilização, o tamanho da tela, o software ou a duração prometida da bateria. Caso contrário, os telefones são comprados por motivos mais prosaicos: o antigo ficava travando; a bateria continuava morrendo; ou aquele crack na tela finalmente se tornou muito chato.

O problema para os fabricantes mundiais de smartphones é que o segundo conjunto de razões se tornou muito mais atraente do que o primeiro. As pessoas estão esperando mais tempo antes de atualizar – e os fabricantes de celulares estão ficando ansiosos.

Mesmo o muito aguardado lançamento do próximo iPhone, da Apple, não deve acender o mundo dos dispositivos móveis, embora possa encorajar muitos usuários da Apple a atualizar preços mais altos do que nunca.

“As pessoas têm um telefone – elas entendem o que precisam e para que o usam”, diz Francisco Jeronimo, diretor de pesquisa da consultoria de tecnologia IDC. “Eles não estão correndo para as lojas. Quando as pessoas substituem o telefone, elas comparam os recursos e escolhem o que é importante.

“A partir de nossa pesquisa, parece que até as pessoas conseguirem 5G [a próxima geração de conectividade móvel super rápida, não esperada antes de 2020], não haverá nada que os faça sair para atualizar.”

Embora o mercado global de smartphones seja maior do que nunca e esteja em quase 1,5 bilhão de aparelhos, muitos mercados desenvolvidos estão em retração, com vendas encolhendo ano a ano. Os EUA, a China, o Japão e o Reino Unido – quatro dos maiores mercados do mundo – viram desacelerações ou crescimento estável no ano passado.

O mercado estático poderia espremer alguns fabricantes de celulares menores. Os pioneiros já estão murchando: o BlackBerry antes dominante parou de fabricar telefones; HTC, fabricante do primeiro aparelho Android, pode estar à venda ; e a divisão móvel da LG, da Coréia do Sul, perdeu US $ 1,8 bilhão em oito trimestres sem lucro. Sony faz um lucro, mas só depois de recuar quase inteiramente para o Japão, o seu mercado doméstico.

Enquanto isso, a Huawei e a BBK Electronics, que possuem as marcas de telefonia OPPO, Vivo e OnePlus, se tornaram silenciosamente as terceira e quarta maiores fabricantes de celulares do mundo . Eles podem ser lucrativos, mas não publicam números. “Muitas pessoas estão impulsionando os aparelhos em volume, mas pressionar volumes lucrativos é difícil”, diz Ben Wood, analista da consultoria CCS Insight. A sobrevivência dos fabricantes de telefones agora depende de manter os clientes fiéis e de atraí-los a comprar modelos mais lucrativos e de preço mais alto.

Então o que aconteceu? Analistas dizem que as empresas de telefonia móvel usaram todos os truques tecnológicos que tinham – câmeras, telas sensíveis ao toque – e agora todas as melhorias parecem incrementais, mesmo que tenham sido necessários anos de pesquisa meticulosa. “Há um único design dominante que remonta a janeiro de 2007 [a primeira tela touchscreen do primeiro iPhone] e, 10 anos depois, todos estão interagindo com a mesma aparência”, diz Wood, da CCS.

Nesses 10 anos, apenas um recurso realmente impulsionou as atualizações, afirma Carolina Milanesi, do grupo de pesquisa norte-americano Creative Strategies. “As telas maiores têm sido o maior impulsionador de vendas e a rotatividade [troca entre o iPhone e outras marcas]. A corrida de megapixels ajudou por um tempo, e agora as câmeras duplas [telefones com duas lentes, que melhoram o foco] estão fazendo o mesmo. Eu acho que o resto dos recursos – impermeabilização e assim por diante – não importam tanto. ”

Alguma coisa pode atrair nossa atenção o suficiente para impulsionar as atualizações? Jeronimo, da IDC, sugere que a realidade aumentada , que cobre imagens e dados enquanto você visualiza a cena através de sua tela, pode ajudar: ela chegará aos iPhones em um lançamento de software este mês e o Google acaba de lançar um software semelhante para telefones Android topo de linha. “Isso abrirá um mundo completamente novo de experiência”, diz ele. “Será como mover o teclado para a tela sensível ao toque”.

De volta à loja da Apple na Regent Street, em Londres, Olivia Winter, 24 anos, não está convencida. “Não estou interessado em obter um telefone atualizado. Eu preciso de um telefone para fazer chamadas, textos e fotos, mas eu não estaria exclamando ‘oh meu deus’ se eu visse alguém com um iPhone 4. ”

Para saber mais informações sobre conserto de celulares visite nosso curso de manutenção de celular.

Como cuidar de orquídeas ?

Neste artigo, abordaremos como cuidar de orquídeas – concentrando-se especificamente na orquídea Phalaenopsis . Em breve você verá que o cuidado com a orquídea Phalaenopsis não é terrivelmente difícil, uma vez que você conheça o básico – e por causa de algumas características únicas dessa variedade altamente popular de orquídeas (como você descobrirá em breve). Primeiro, algumas coisas importantes que você deveria saber.

Phalaenopsis (“fayl-eh-NOP-siss) orquídeas são muitas vezes referidas como a” orquídea de traça “, devido às suas flores”, supostamente parecido com o inseto voador. O ambiente crescente da orquídea Phalaenopsis é confortável para os seres humanos e, por essa razão, eles são o tipo mais popular de orquídea doméstica. Outra razão pela qual eles são tão populares é porque eles têm a capacidade de florescer por meses de cada vez e também podem rebloom! Phalaenopsis flores vêm em uma ampla gama de formas, tamanhos e cores.

Requisitos de Água

Raízes de Phalaenopsis devem crescer em condições úmidas, por isso é importante nunca deixar as raízes secarem, no entanto, também é importante certificar-se de que as raízes não ficam em água parada, pois isso pode levar a que as raízes apodreçam. Freqüência de rega – como abordado neste artigo sobre a rega de orquídeas – pode ser determinado por algumas coisas diferentes. Um fator a considerar é a época do ano. Enquanto a orquídea está em crescimento ativo, durante os meses mais quentes, você vai querer regar com mais freqüência (geralmente todos os dias ou em dias alternados) e com menos frequência (geralmente a cada 7-10 dias) nos meses mais frios. Um phalaenopsisorquídea deve ser regada pela manhã com água morna. Isso dará à orquídea tempo suficiente para secar antes que a temperatura mais baixa da noite se estabeleça. Lembre-se, é muito importante não deixar as raízes do Phalaenopsissecarem completamente.

Requisitos de Luz

Como abordado neste artigo sobre o cuidado e a luz das orquídeas , as orquídeas Phalaenopsis precisam de pouca intensidade de luz para poderem prosperar. Se a sua orquídea Phalaenopsis estiver recebendo muita luz, as folhas ficarão com uma cor verde-amarelada e poderão desenvolver uma tonalidade vermelha ao redor das bordas das folhas, e muito pouca luz fará com que as folhas se tornem uma cor verde muito escura. O melhor lugar para crescer você orquídea Phalaenopsisdentro de casa em um windowsill leste enfrentando, embora uma janela sul sombreada também funcione. É importante não deixar a orquídea Phalaenopsisobter luz solar direta, pois isso pode causar queimaduras solares na planta.

Requisitos de Temperatura

Conforme discutido neste artigo de cuidados com a planta da orquídea sobre temperatura, as temperaturas diurnas ideais para cultivar a orquídea Phalaenopsisestão entre 21,1 ° C e 26,6 ° C, e as temperaturas noturnas devem ser de aproximadamente 65 ° F (18,3 ° C). As orquídeas Phalaenopsis são capazes de sustentar temperaturas entre 29,4 ° C e 35 ° C, embora necessitem de rega mais frequente para garantir que não secam completamente. Para ajudar a incentivar o crescimento de espigas de flores, a temperatura deve cair para 12,8 ° C algumas poucas semanas no outono. Se o seu Phalaenopsis a orquídea fica muito quente ou muito fria, o que pode danificar as flores e levar à brotação, quando os botões da flor caem antes de poderem ser abertos e desfrutados.

Requisitos de Umidade

Conforme abordado neste artigo de “umidade” sobre como cuidar de orquídeas, as orquídeas Phalaenopsis prosperam em níveis de umidade de pelo menos 50% ou mais. O nível de umidade pode ser facilmente aumentado em sua área de cultivo de orquídeas, colocando sua orquídea em uma bandeja de umidade. Estes são encontrados em lojas especializadas orquídeas e às vezes também em lojas de melhoramento da casa. Você pode facilmente criar o seu próprio, definindo o pote da orquídea em cima de uma bandeja cheia de água e seixos. Lembre-se, é importante que as raízes de suas orquídeas não estejam diretamente na água. Quando você tem altos níveis de umidade, é igualmente importante manter o movimento adequado do ar para evitar o desenvolvimento da doença das orquídeas. Você pode aumentar o movimento do ar para a orquídea, colocando um ventilador oscilante por perto.

Requisitos de fertilizantes

As orquídeas Phalaenopsis devem ser fertilizadas regularmente (geralmente uma vez por mês). Lembre-se de fertilizar apenas a orquídea quando o substrato estiver úmido. Nunca fertilize uma orquídea seca porque isso pode causar grandes danos às raízes. É importante eliminar o excesso de fertilizante (uma vez por mês) para que o acúmulo excessivo de sal não prejudique as raízes ou as folhas da planta.

Requisitos de Envasamento

As orquídeas Phalaenopsis devem ser transplantadas uma vez a cada um a três anos, ou quando o meio de envasamento permanecer encharcado e não for mais drenado adequadamente. Você vai querer repetir durante a primavera depois que as flores das orquídeas florescerem. Antes de repotting sua orquídea, você deve cortar quaisquer raízes danificadas ou podres com uma ferramenta de corte estéril. Orquídeas Phalaenopsis tendem a se dar muito bem em potes plásticos, já que elas podem reter a umidade por mais tempo que as panelas de barro.

E isso abrange apenas o básico! 🙂